Pastor da Igreja Presbiteriana, Milton Ribeiro foi convidado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para ser o novo ministro da Educação. E, de acordo com a CNN Brasil, ele aceitou o pedido, e deve ser anunciado ainda nesta sexta-feira (10). 

Ainda segundo a emissora, apesar de ele ser pastor, não é consenso entre a bancada evangélica no Congresso. Neste caso, o nome do reitor do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA ), Anderson Correia, seria um dos sugeridos. 

Além de pastor, Ribeiro é ligado à Universidade Mackenzie e possui doutorado em Educação registrado no currículo. 

Em seu currículo, ele diz que possui graduação em Teologia. Ele é graduado em mestre em Direito, pela Mackenzie. 

Em maio de 2019, Milton Ribeiro foi nomeado por Bolsonaro para a Comissão de Ética Pública ligada à Presidência da República. Ele é pastor da Igreja Presbiteriana e tem graduação em Teologia, segundo currículo Lattes, ele é Pastor da Igreja Presbiteriana.

Se o convite realmente for aceito, ele ocupa o espaço deixado por Abraham Weintraub e Carlos Decotelli – este não chegou a ser empossado e colecionou polêmicas por conta de inconsistências em seu currículo.