O deputado federal Jesus Sérgio (PDT) protocolou nesta terça-feira (07) no Ministério da Economia e também no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) um requerimento indicação, onde sugere a prorrogação da suspensão da prova de vida, exigida aos aposentados, até o dia 31 de dezembro de 2020, data que termina o decreto de calamidade pública do Governo Federal.

O INSS suspendeu a prova de vida até setembro deste ano, por isso, o parlamentar solicitou a extensão do prazo, uma vez que ainda não se tem controle do vírus no Brasil e é preciso garantir a segurança dos idosos e ajudar nas medidas contra a disseminação do vírus.

Ainda no requerimento, o deputado sugere também que a prova de vida possa ser feita depois da pandemia em qualquer agência do banco em que o aposentado recebe o benefício, tirando a obrigação do beneficiado de ir até uma agência do INSS, para assim evitar aglomerações.

O objetivo do requerimento é proteger a vida dos mais vulneráveis, principalmente dos idosos que estão no grupo de risco desta pandemia do novo coronavírus.

” Sem vacina e com a abertura total do comércio precisamos continuar tomando precauções para combater à Covid-19. Não podemos colocar a vida dos idosos em risco. Por isso, pedi ao INSS que a prova de vida dos aposentados só retorne em 2021, para que eles tenham segurança ao sair de casa”, argumentou Jesus Sérgio.