A inauguração do hospital de campanha de Cruzeiro do Sul, prevista para esta segunda-feira (29), foi adiada pela segunda vez. O Governo do Estado informou que aguarda a chegada da usina de geração de gases e de equipamentos para as Unidades de Pronto Atendimento (UTIs) para inaugurar a unidade.

A ordem de serviço da obra foi assinada em maio e o hospital deveria ser entregue pronto 30 dias depois. A construção é avaliada em R$ 4,1 milhões.

A chegada dos equipamentos está prevista para esta semana. Em nota, o Governo do Acre não detalhou o dia em que o hospital deve começar a operar e nem quais equipamentos faltam. A data deve ser divulgada quando todas as providências sejam tomadas.

A primeira data de entrega do Hospital Regional do Juruá, como vai chamar a unidade, era 16 de junho. Porém, por falta de gases medicinais a inauguração foi transferida para esta segunda.

A cidade de Cruzeiro do Sul é a segunda com mais pessoas contaminadas no estado acreano. O boletim da Secretaria de Saúde (Sesacre), do último domingo (28), mostrou que o município tem 2.039 pessoas infectadas. O número de mortos pela Covid-19 em Cruzeiro do Sul é 34.

Mais de 1,8 mil pessoas já receberam alta médica e são consideradas curadas da doença.

Hospital de campanha

Com o novo hospital, a cidade vai ganhar 100 leitos para reforçar o atendimento a pacientes com Covid-19, na região do Juruá.

A unidade é a segunda montada do estado para atender pacientes da Covid-19. O hospital de campanha de Rio Branco foi inaugurado no último dia 15 com a presença do ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello.

Ainda na nota, o governo afirma que a unidade vai ser inaugurada apenas quando tiver com boas condições de funcionamento.

“Tão logo essas providências sejam cumpridas, será anunciada a data do evento”, diz.

Por Aline Nascimento, G1 Acre