Assessoria – O maior hospital de campanha do Acre, na região do Vale do Juruá, começa a receber os primeiros equipamentos para a montagem de 90 novos leitos que serão exclusivos para pacientes com Covid-19. É mais um passo importante na luta contra a pandemia do coronavírus e uma clara demonstração de que a principal prioridade da gestão Gladson Cameli é salvaguardar vidas.

Devidamente higienizados, os materiais hospitalares estão sendo distribuídos em todas as alas da unidade. Profissionais dedicados correm contra o tempo para que tudo fique organizado e pronto até o dia da inauguração.

“Estamos nos ajustes finais do hospital de campanha. Já iniciamos a montagem dos leitos, a dispensação em cada enfermaria, de acordo com sua capacidade, e também aguardamos a chegada de todos os equipamentos para que no dia da inauguração esteja tudo concluído’’, explicou a coordenadora da secretaria de Estado de Saúde no Juruá, Muana Araújo.

Dividida em dois pavimentos, a estrutura edificada em Cruzeiro do Sul está inserida no plano de contingência do Governo do Estado do Acre no enfrentamento à doença. Prevista para ser inaugurada nos próximos dias, a unidade de 1,4 mil metros quadrados contará com 10 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI), 20 leitos semi-intensivos e 60 leitos de enfermaria.

O hospital de campanha foi concluído em pouco mais de mês em um pavilhão que estava abandonado há 30 anos. Com recursos específicos do Ministério da Saúde para combate ao coronavírus, o investimento na moderna unidade foi de R$ 4,1 milhões. Sua estrutura permanente será integrada ao Hospital do Juruá após à pandemia e ampliará a oferta de leitos na segunda região mais populosa do Acre.

“A construção dessa estrutura fixa deixa muito claro o compromisso do governador Gladson Cameli com a região do Juruá, levando em consideração que a maioria dos hospitais de campanha em outros estados é provisória. Essa obra vai dobrar a capacidade quer tínhamos antes no Hospital do Juruá e garantir melhor suporte e atendimento de qualidade para mais de 240 mil pessoas que vivem nessa região”, argumentou.

Unidade passa por inspeções e testes de segurança

Os hospitais de campanha construídos pelo governo acreano são um verdadeiro legado para a saúde pública. E sua construção também deverá se tornar memorável como grande desafio na área da engenharia civil, devido à complexidade da obra e curto prazo de execução.

Para evitar imprevistos, a Secretaria de Infraestrutra (Seinfra) intensificou a realização dos últimos ajustes antes da inauguração do hospital. Minuciosas inspeções estão sendo feitas nos equipamentos e redes elétrica e hidráulica do prédio.

“Ao longo da semana, a equipe da Seinfra está realizando vários testes de funcionalidade. Estamos verificando se todas as lâmpadas, condicionadores de ar e torneiras estão realmente funcionando. Além disso, vamos simular panes para constatar se o gerador de energia está sendo acionado da maneira correta. Este período de testes é fundamental para que possamos corrigir as falhas e garantir que tudo esteja pronto até a chegada do primeiro paciente”, afirmou o titular da pasta, Ítalo César de Medeiros.