Os detalhes finais para entrega da unidade de campanha estão sendo visto com cuidados, pela equipe do governo do estado

O prefeito falou das dificuldades enfrentadas e pediu mais apoio da população para que cumpram as medidas de distanciamento social e, assim contribuir para que os números baixem e a gestão possa adotar medidas que diminuíam o transtorno de empresários e da população.

“Tem gente fazendo festas, levando a vida como se não estivéssemos em uma Pandemia do Coronavírus. Nossa equipe vai nos locas junto com a polícia e mesmo assim as pessoas não se conscientizam, se você sair na rua, vai ver muita gente sem máscaras, alguns estabelecimentos sem álcool em gel e isso é uma prova de que a culpa não pode ser somente do poder público”, disse o prefeito.

Sobre a determinação de que o governador deve deixar os prefeitos com a decisão ou não de reabertura, Ilderlei disse não ter problemas algum.

“Se o governador deixar essa decisão com as administrações municipais eu vou sim fazer um diálogo com as instituições, com a sociedade e juntos achar uma sápida. Muita gente está sofrendo transtorno e prejuízos, mas eu creio que temos que ter responsabilidade com a vida em primeiro lugar, por isso serei prudente disse Ilderlei.

O novo hospital de campanha será entregue nesta segunda-feira e deve desafogar o sistema de Saúde da Região do Juruá, que tem atualmente o hospital de Cruzeiro do Sul como referência para os casos graves de COVID-19.