O idoso Sebastião Soares Gadelha, de 63 anos, foi achado morto por familiares no início da tarde desta terça-feira (16) em Porto Acre. O homem, que tinha esquizofrenia, estava em uma chácara com a família e saiu antes das 6h de segunda-feira (15) sem que ninguém visse.

O irmão dele, José Messias disse que o idoso foi achado em uma área de mata próximo ao Rio Acre, com arranhões devido ao tempo que ficou na área, mas sem marcas de violência. A suspeita é que ele tenha morrido ao cair de um barranco.

“Já encontramos ele sem vida. Estava no mato e estamos aguardando ainda o IML [Instituto Médico Legal]. Está arranhado devido ao mato, mas não tem marcas de violência. Acredito que ele dormiu no mato e deve ter morrido pela manhã”, diz o irmão.

Somente um exame cadavérico vai confirmar a causa da morte do idoso, já que a polícia investiga o caso. O delegado responsável pela regional de Porto Acre, Nilton Boscaro, informou que as buscas estavam sendo feitas desde segunda. Ele confirmou que não há marcas de violência, mas agora só o laudo deve apontar a causa da morte.

“O IML e a perícia deslocaram até o local. A princípio não há marcas de violência, mas vamos aguardar o laudo pericial do local de crime e o laudo cadavérico. A investigação continuará a fim de buscar eventuais indícios e, consequentemente, elementos de prova de suposta infração penal e possíveis autores”, destaca o delegado.

Do G1 Acre