O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), participou na manhã desta segunda-feira (15), da solenidade de inauguração do Hospital de Campanha de Rio Branco. 

Construído a um custo total de R$ 2.975.248,12, em recursos do Ministério da Saúde, a unidade que tem uma área total de 1.000 m2, começou a ser construída no dia 8 de maio, gerando 49 empregos diretos. O prédio conta com um posto de enfermagem, uma farmácia, rouparia, depósito para material de limpeza, copa, duas salas de descanso, outras duas salas para uso a ser definido pela direção, WC de uso coletivo e sala de expurgo.  

Na oportunidade, o presidente da Aleac destacou o esforço que o governador Gladson Cameli tem feito para garantir o bem-estar da população acreana neste período de pandemia. Frisou ainda que os hospitais de campanha estão exercendo um papel fundamental para desafogar o atendimento nos hospitais estaduais e municipais.

“O Poder Legislativo contribuiu com a obra aprovando o orçamento que garantiu sua construção. Agradeço todos os Parlamentares que unidos, trabalharam e aprovaram todos os projetos do Executivo, em favor das famílias acreanas. O governador tem se esforçado ao máximo para garantir atendimento hospitalar para a população que depende da rede pública de saúde, e o Hospital de Campanha de Rio Branco é muito representativo para o setor de saúde do Acre”, salientou o deputado.

 O parlamentar aproveitou para reforçar a importância do isolamento social e da colaboração da população nesse tempo em que é preciso evitar a contaminação pelo novo coronavírus e a superlotação dos hospitais. “Sabemos que a medida mais importante ainda é o isolamento social, as pessoas precisam respeitar o distanciamento. Hoje, estamos entregando mais um hospital, mas, o que nós queremos mesmo é que as pessoas não precisem vir para cá, e para isso temos que nos cuidar”, frisou.

A inauguração contou ainda com a presença do ministro interino do Ministério da Saúde, Eduardo Pazuello.   

Mais cedo, Nicolau Júnior também participou da Solenidade de troca da Bandeira do Acre em alusão à emancipação política de 58 anos de fundação do Estado, na Praça da Gameleira.

 Em 15 de junho de 1962, o presidente da República João Goulart, sancionou a lei que transformou o Território do Acre em Estado do Acre. A data foi considerada feriado estadual a partir da Lei nº 14, de 2 de setembro de 1964, quando o então governador Edgard Pereira de Cerqueira Filho sancionou a lei aprovada na Assembleia Legislativa do Acre.

“Estamos reunidos aqui respeitando todas as medidas de saúde de combate à Covid-19. A troca da Bandeira do Acre é uma tradição, um momento muito importante para nós acreanos”, frisou o deputado.