O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, durante entrevista coletiva para comentar o Resultado Primário do Governo Central, em fevereiro de 2020 – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

CNN – O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, deve deixar o governo Jair Bolsonaro nos próximos dias. Segundo apurou a CNN com uma alta fonte da equipe econômica, ele pediu demissão a Paulo Guedes há cerca de três semanas e avisou ao ministro da Economia que deverá seguir para a iniciativa privada.

Mansueto já vinha manifestando intenção de deixar o Tesouro desde o segundo semestre de 2019. Em dezembro, Guedes chegou a anunciar que indicaria o secretário para comandar o futuro Conselho Fiscal da República, previsto para ser criado após a aprovação de um novo pacto federativo pelo Congresso Nacional.

Com a pandemia, porém, a discussão sobre o pacto federativo não avançou no Legislativo, e Mansueto resolveu deixar o governo agora. Segundo fontes próximas ao ministro da Economia, o secretário pediu para deixar o posto nos “próximos dias”, pois terá de cumprir quarentena antes de assumir um cargo na iniciativa privada. 

Segundo apurou a CNN, Guedes deve assinar a exoneração de Mansueto nos próximos dias. O chefe da equipe econômica já estaria, inclusive, examinando nomes dos possíveis substitutos.