Secretaria de Estado da Fazenda é a responsável por receber o valor – Foto: Ascom/Sefaz

O governo do Acre recebeu na última terça-feira, 9, a primeira parcela do auxílio emergencial do governo federal para o combate ao novo coronavírus, no valor de R$ 112 milhões. 

Ao todo, o governo federal disponibilizou o valor de R$ 112.741.576,54. Desse total, R$ 63.152.375,12 foram reservados às áreas da Saúde e Assistência Social e R$ 49.589.201,42 destinados para aplicação em ações diversas ao enfrentamento à Covid-19 e para mitigação de seus efeitos na economia local.

De acordo com o governador Gladson Cameli, o apoio da União é fundamental para uma recuperação econômica do estado: “É um auxílio necessário devido ao momento delicado que a economia e a arrecadação do Acre vivem. Porém, ainda não é o suficiente para a plena recuperação. Mas estamos trabalhando prezando sempre pela transparência e investindo onde há maior necessidade”, afirma.

O valor será transferido em quatro parcelas aos estados e municípios para compensar as perdas de arrecadação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Imposto Sobre Serviços (ISS) e amenizar os efeitos negativos da crise do novo coronavírus.

Municípios

A secretária de Estado da Fazendo, Wanessa Brandão explica que os municípios do Acre também recebem o auxílio do Governo Federal. A primeira parcela da ajuda, no valor de R$ 16 milhões, será encaminhada diretamente para as cidades, que devem investir em ações para o enfrentamento da pandemia e na reposição econômica.

O Tesouro Nacional informou que a segunda, terceira e quarta parcelas devem ser repassadas nos dias 13 de julho, 12 de agosto e 11 de setembro, respectivamente.