A operação foi batizada de Para Bellum, do latim e que significa “preparar-se para a guerra”, uma referência ao combate que a PF tem realizado contra o desvio de recursos públicos – Foto: Agência Brasil

Brasil 247 – A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (10) uma operação com o objetivo apurar supostas fraudes na compra de respiradores pulmonares pelo governo do Pará no combate ao coronavírus.

Um dos alvos de busca é o governador Helder Barbalho (MDB), além de ócios da empresa investigada e servidores públicos estaduais são investigados.

As investigações apontaram que a organização ligada a este empresário foi favorecida com uma contratação milionária e o pagamento foi feito de forma antecipada, no valor de R$ 4,2 milhões.

De acordo com indícios levantados pela Procuradoria-Geral da República, o chefe do Executivo estadual é próximo do empresário responsável pela concretização do negócio.

Também sabia da divergência dos produtos comprados e da carga de ventiladores pulmonares inadequados para o tratamento da Covid-19 entregue ao estado.