A Fundação FCCV doou equipamentos de proteção individuais (EPIs) para profissionais de saúde que atuam na linha de combate contra o coronavírus na cidade de Cruzeiro do Sul, no Acre. 

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), 577 trabalhadores da saúde foram contaminados com a doença no Acre. Desse número, 73 profissionais são de Cruzeiro do Sul, que só perde para a capital Rio Branco, que registrou 344 servidores infectados. 

O objetivo é proporcionar mais segurança para os profissionais que estão na linha de frente de combate à pandemia. Também foram doados pela Fundação macacões de proteção individual para cinco postos sentinelas que estão diretamente no combate ao coronavírus, além de botas, óculos e luvas para profissionais de limpeza de todos os postos de saúde da cidade. 

O uso adequado de EPIs previne o contágio por coronavírus e é de suma importância para aqueles que estão no contato direto com pessoas contaminadas pela doença.

De acordo com o levantamento da Sesacre, do total de 577 profissionais em saúde que adoeceram até hoje, 187 já estão curados e 3 vieram a óbito.