Um dos alvos foi a empresa de medicamentos Disacre, fornecedora de medicamentos em Rio Branco. Viaturas chegaram às 6 horas, à Rua Manaus, e encontraram funcionários que chegavam para trabalhar.

A investigação decorre da Operação Off-label e tem o objetivo de apurar indícios de superfaturamentos e entrega fictícia (nota fiscal fria) no fornecimento de medicamentos e insumos a entidades públicas do Estado do Acre.

A análise policial constatou a ocorrência de mais de 750 mil reais de prejuízo ao erário.

A operação mobiliza 150 policiais federais que realizam busca e apreensão em 30 endereços localizados nos Municípios de Rio Branco/AC, Feijó/AC, Tarauacá/AC, Senador Guiomard/AC, Sena Madureira/AC, Porto Acre/AC, Porto Velho/RO e Joao Pessoa/PB.

Os mandados de busca e apreensão domiciliar foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, após a Procuradoria Regional da República da 1ª Região ter se manifestado favoravelmente ao deferimento das referidas medidas.

A Polícia ainda não detalhou sobre as apreensões, mas certamente irão fazer coletiva para informar sobre a operação.