O Departamento de Pavimentação e Saneamento (Depasa) está realizando uma ação com o objetivo de monitorar e auxiliar os servidores para mapear todos aqueles que tenham apresentado os sintomas de Covid-19 afim de evitar que a doença se espalhe entre as unidades.

As assistentes sociais da instituição estão realizando busca ativa em todos setores do órgão para identificar servidores com sintomas da doença e afastá-los para evitar contaminação. O Depasa ainda buscou o apoio da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco (Semsa) para a testagem naqueles que apresentem sintomas na tentativa de tornar mais ágil a realização do exame da Covid-19.

Vale lembrar que os servidores do Depasa são responsáveis por manter o fornecimento de água potável em todo o estado, por isso são considerados em serviço essencial e estão na linha de frente para garantir o abastecimento de água e saneamento básico.

“É um trabalho tanto de dar apoio aos que já foram diagnosticados com a doença, quanto de procurar servidores que tenham os sintomas para orientá-los. Estamos dando instruções do uso correto dos EPI e notificando os servidores sintomáticos para que se afastem e mantenham o isolamento social”, conta Terezinha da Silva Pereira, assistente social do Depasa.

Os servidores diagnosticados com a doença vão dispor de acompanhamento social e acompanhamento psicológico por meio de profissionais voluntários contatados pelo Serviço Social da instituição. Assim, espera-se minimizar o sofrimento emocional dos que passaram pela perda de um familiar ou aqueles que encontram-se em estado mais grave da doença. O atendimento psicológico ocorre via mensagem de texto e contato telefônico.

Outra novidade é que a implementação de ações de saúde do trabalhador está recebendo o apoio do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) para a implantação de um núcleo de Saúde do Trabalhador no Depasa.