A jovem Thaina Lima de Souza, de 23 anos, desapareceu há dois dias, no bairro Boa União, onde mora em Rio Branco. Maria Auxiliadora Lima, mãe da jovem disse que ela saiu para comprar pão, por volta das 6h da segunda-feira (1º) e não retornou.

Aflita com o sumiço da jovem que tem duas filhas pequenas, de 3 e 6 anos, a mãe registrou um boletim de ocorrência na terça-feira (2). Maria disse que durante esses dias não obteve nenhuma informação de onde Thaina pode estar, nem o que teria acontecido.

“Vi ela no domingo [1º] à noite, ela mora comigo porque a casa tem um compartimento para ela e as duas filhas e o meu, quando foi pela manhã [de segunda] a filha dela bateu em minha janela para pedir a chave do portão que era para ela ir comprar o pão”, relembrou.

Mas, após a saída, depois de uma meia hora, a neta de seis anos foi avisar que a mãe ainda não tinha voltado. Maria acreditava que Thaina podia ter ido em outra padaria mais distante no bairro. Mas, ela acabou não voltando mais.

“Esperei e nada. E até hoje, nada. Está difícil porque as meninas são pequenas, elas ficam chorando e toda vez que chego em casa elas perguntam se estou com a mamãe. Estou desesperada. Vim trabalhar porque preciso trabalhar”, lamentou.

A mãe contou que ainda não tem um laudo que comprove, mas acredita que a jovem tenha algum tipo de deficiência mental e que ela pode ter sido envolvida por algum tipo de conversa e ter sido levada por alguém. Maria disse que aguardava uma consulta para a filha.

“A Thaina não entende muito bem as coisas, não sabe andar no Centro da cidade. Convivo com ela e desconfio que ela estava conversando com alguém e desconfio que alguém induziu ela, porque ela tinha uns namoros e logo já amava, pode ser isso”, contou.

Maria disse que já fez buscas com amigos e conhecidos, mas ninguém deu informações dela. Além disso, ela contou que a filha tinha feito isso há dois anos, mas retornou no mesmo dia e pede que quem tenha visto a jovem, avise a localização. Por Alcinete Gadelha, G1 Acre