Desde o último dia 10 de maio, mais de 300 operários estão envolvidos na construção do hospital de campanha de Rio Branco – Foto: Neto Lucena

Uma rotina que começa às 6h da manhã e só termina 1h da madrugada. Desde o último dia 10 de maio, mais de 300 operários vêm somando esforços para colocar em funcionamento, a partir deste mês, o hospital de campanha de Rio Branco. O ritmo intenso de trabalho empregado nessa obra é inédito e estabelece um marco histórico para a engenharia e saúde pública do Acre.

Na estrutura que começou do zero há menos de um mês, os serviços já estão 85% concluídos. Com as obras nos ajustes finais, as atenções estão voltadas para a instalação das redes elétrica e de gases medicinais.

Além dos cem leitos de enfermaria, o hospital contará com consultórios médicos, área de descanso para os profissionais, departamento de material de limpeza (DML), sala de expurgo e banheiros, entre outros espaços.

Quando estiver em funcionamento, a unidade vai ampliar a estrutura de tratamento aos pacientes com coronavírus. Diferente de outros estados, os hospitais de campanha acreanos são permanentes, continuando integrados à rede pública de saúde após a pandemia.

Saúde pública de qualidade é prioridade no governo Gladson Cameli

Engenheiro por formação, o governador Gladson Cameli fiscaliza o andamento da obra constantemente. Na tarde desta segunda-feira, 1, o gestor fez mais uma vistoria técnica no local. Impressionado com a celeridade da construção, ele destacou a união de todos como fundamental para a execução da meta estabelecida.

“Essa é a prova de que é possível fazer algo em benefício do nosso povo quando há união. Estou acompanhando de perto essa obra desde o primeiro dia e tenho certeza que vamos cumprir com o prazo de entrega, que é de 30 dias, atendendo a todas as regras dos órgãos controladores. Gostaria de agradecer a todas as pessoas envolvidas e dizer que esse empenho será muito importante para que vidas sejam salvas”, pontuou.

O chefe do Executivo lembrou ainda que a população é a maior beneficiada com os investimentos realizados: “Em Cruzeiro do Sul, vamos entregar, em 30 dias, um pavilhão que não foi feito em 30 anos.

Aqui em Rio Branco, além do hospital de campanha, vamos entregar, em breve, a segunda etapa do Into e concluir essa obra, que estava em construção há dez anos”, enfatizou.