Assessoria – Os agentes do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran) têm cumprido um papel extremamente importante no combate à pandemia da Covid-19 nos municípios de Brasileia e Epitaciolândia, que fazem fronteira com a Bolívia.

Nas últimas semanas, os agentes trabalham na execução de orientações e operações de trânsito, garantindo que condutores e pedestres cumpram com o decreto estadual que determina o isolamento social.

Outra preocupação é a cultura dos grupos de carona, transportes clandestinos em que várias pessoas de famílias diferentes viajam para os outros municípios em um mesmo veículo, o que facilita a proliferação do vírus.

“Nos unimos às prefeituras das cidades de fronteira para auxiliar nesse combate, já que essas cidades têm muitas peculiaridades, como o trânsito de alunos de Medicina que estudam no país vizinho”, explica o diretor de operações do Detran, José Tanaca.