Uma ação da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), em Rio Branco, conduziu cinco pessoas investigadas em pelo menos sete mortes violentas praticadas na região do Segundo Distrito da capital acreana e no interior do estado.

Do grupo conduzido, três pessoas ficaram presas, um adolescente de 17 anos e uma mulher foram liberados. A ação ocorreu nessa quinta-feira (28) na capital acreana.

Participação do adolescente

O delegado Ricardo Casas, responsável pela ação, disse que o menor confessou ter participação em três mortes.

Uma delas foi do ex-presidiário Jeferson da Silva Barbosa, de 22 anos, morto a tiros no bairro Vila Acre, no início do mês de maio.

A outra vítima seria o Tiago Wellington Rodrigues morto com sete tiros no Ramal Castanheira, bairro Santa Maria, após ter a casa invadida no dia 15 de maio.

A outra vítima do adolescente seria Erismar Teixeira na Vila Campinas. A polícia não detalhou quando foi registrado o crime.

A polícia acredita também que o adolescente participou da morte de Victor Lima Braga, que era filho de um policial militar. A família teve a casa invadida em março deste ano e o PM reagiu ao assalto.

Presos investigados

Com o grupo, a polícia disse que apreendeu drogas, dinheiro, celulares e materiais para embalar e preparar drogas. Do G1 Acre