Durante sessão online realizada nesta quinta-feira, 28, pela Câmara Municipal de Rio Branco, o vereador Jakson Ramos (PT) parabenizou o governo do Estado pela aquisição de novos respiradores e também a prefeitura municipal de Rio Branco pelas ações no enfrentamento ao novo coronavírus. 

Mesmo antes de o primeiro caso da Covid-19 ser registrado no Acre, o vereador que também é médico já era uma das vozes mais ativas que alertava sobre a necessidade de ampliação de leitos de UTI e aquisição de novos respiradores para o tratamento de pacientes que seriam acometidos pela pandemia do novo coronavírus no Estado. Hoje, mais de dois meses e meio desde o primeiro caso registrado no Acre, Ramos destaca as ações que fortalecem o enfrentamento à doença.

“Quero dar os parabéns ao governo do Estado pela aquisição dos 50 novos respiradores que chegaram e pela aquisição de mais 18 que devem chegar até o dia 10 de junho, totalizando 68 a mais do que nós já tínhamos no Estado. Esse deve ser um número de respiradores suficiente para que possa ser dada a assistência adequada à nossa população, pois nós devemos ter ainda pelo menos nesse mês de junho um aumento de casos, mas com essa retaguarda de quase 70 novos respiradores, conseguiremos dar a assistência adequada à população”, declarou.

O vereador enfatizou, ainda, a importante decisão da prefeitura da capital em contribuir com a reoganização do fluxo de atendimento de saúde ao ofertar atendimento na Unidade de Referência da Atenção Primária Maria Barroso, localizada na Estrada da Sobral, bairro Ayrton Senna, região da Baixada da Sobral. A unidade começou a atender desde segunda feira, 25, pessoas que apresentam sintomas gripais como dor de garganta, dor de cabeça, tosse e febre.

Outro ponto destacado pelo vereador foi o isolamento social que, segundo ele, deve ser mantido para minimizar o número de casos. “Parabenizar também [governo e prefeitura] pela implantação do isolamento social, que continue mantendo o isolamento para que o número de casos não aumente exponencialmente como aconteceu no Amazonas, Ceará, Pará, São Paulo e Rio de Janeiro que têm um grande número de casos, mas que a gente possa seguir os exemplos de Estados do sul do Brasil, como Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, além de Minas Gerais que até o momento conseguiram manter o bloqueio da entrada do vírus em seus Estados e tiveram poucos casos”, alerta.

Conforme boletim parcial divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde na tarde desta quinta-feira, o Acre já amarga a morte de 122 pessoas e outros 5.600 casos confirmados da Covid-19. Apesar disso, o vereador reforça que “aqui [no Acre] nós estamos mantendo um número proporcionalmente inferior a outros Estados, mas precisamos priorizar ainda o isolamento social e melhorar as condições do nosso serviço de saúde para que possamos minimizar o número de vítimas, que já é muito grande de pessoas conhecidas, amigas, que perderam suas vidas por conta da pandemia. Precisamos continuar dando uma resposta adequada”, finalizou.