A Polícia Civil do Acre, por meio do Instituto de Identificação Raimundo Hermínio de Melo (IIRHM) emitiu, nos primeiros cinco meses de 2020, 21.069 carteiras de identidade que haviam sido solicitadas entes da pandemia do coronavírus.

De acordo com o agente de Polícia Civil Junior César, coordenador de Identificação Civil e Criminal do IIRHM, de janeiro a 22 de maio deste ano foram emitidos 8.525 Registro Gerais (RGs ou carteiras de identidade) de primeira via, e outras 12.544 de segunda via.

“Esses RGs emitidos foram aqueles em que o processo foi solicitado antes da pandemia. Os documentos já foram confeccionados e agora estão sendo entregues aos solicitantes. Até o momento já entregamos mais de mil documentos”, explicou o Diretor.

Mesmo diante da pandemia, o IIRHM tem trabalhado para atender todas as demandas que surgem. Somente em 2020 já foram realizadas 126 necropapiloscopias (identificação de cadáveres por meio de digitais); 2.100 identificações criminais (autores de crimes com identidade desconhecida e que são identificados por meio de análise nos bancos de dados do Instituto); além da identificação social, aquela feita em hospitais para reconhecer  pacientes que não portam e/ou não têm documentos, que foram 10 nestes cinco meses do ano.

Junior César faz um alerta para aquelas pessoas que solicitaram RGs e não foram buscar o documentos. São 2.051 carteiras de identidade prontas para serem entregues.

“É importante que aquelas pessoas que solicitaram RGs em 2017, 2018 e 2019 e que ainda não foram buscar seus documentos que agendem um horário na OCA para fazer a retirada das carteiras”, esclareceu Junior César. O telefone para agendamento na OCA é: (68) 3215-2417.

O delegado-geral da Polícia Civil do Acre, José Henrique Maciel Ferreira, afirmou que o serviço realizado pelo IIRHM é essencial e que continuará sendo realizado mesmo no período de pandemia.

“Consideramos o serviço de identificação civil essencial, razão do IIRHM continuar com todos as suas atividades, principalmente a de emissão e entrega das carteiras de identidade. Estamos passando por um momento delicado com essa pandemia, mas vamos continuar a fazer o nosso trabalho e ajudar o governo do Acre e o nosso povo a vencer mais esse desafio”, afirmou Henrique Maciel.