O decreto com as novas medidas foram publicados no Diário Oficial do Estado (DOE). Além do uso de máscaras, a prefeitura prorrogou a suspensão de atividades não essenciais.

Acrelândia tem pouco mais de 15 mil habitantes, registrou 144 casos confirmados de Covid-19, segundo último boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), divulgado nesta segunda-feira (25). Outros 257 casos foram descartados.

Conforme o decreto, é obrigatório o uso de máscaras faciais em todos os ambientes públicos, na entrada e saída do município, nos prédios públicos, estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços.

Os estabelecimentos devem impedir a entrada e permanência de pessoas que não estiverem usando máscara. Segundo o decreto, esses locais devem fornecer e exigir o uso de máscaras por seus funcionários.

Em caso de descumprimento, a prefeitura deve aplicar multas, suspender o alvará de funcionamento e até a fazer a interdição temporária do local. As pessoas nas ruas que estirem sem mascaras poderá ser multadas e pagar um valor em até R$ 180 reais.

Segundo o secretário Municipal de saúde, a medida é dura mais essencial para o momento

“Sei que é difícil está determinação para o uso de máscara obrigatório, mas se faz necessário neste momento, estamos com muitos casos na cidade e nossa equipe de saúde vem enfrentando dificuldades em controlar a doença”. Disse Tião Rita – Acrelândia news