Desde que assumiu o Ministério da Saúde, mesmo de maneira interina o General Pazuello segue o planejamento que foi montado por Mandetta e Teich, que correm contra o tempo para enviar Respeitadores e equipamentos para os estados.

O ministro interino da Saúde, General Pazuello afirmou que outra remessa expressiva de kits de EPIs e a quantidade que for necessária de máscaras, que serão distribuídas para população e servidores da saúde.

Os parlamentares acreanos Perpétua Almeida (PCdoB) e Márcio Bittar (MDB), fizeram agenda com ministro da saúde e cobraram respostas do governo federal, no combate ao Covid-19 no Acre. A pressão finalizou com a ida do governador Gladson Cameli e o secretário de saúde Alysson Bestene, que saíram do gabinete do ministro com a garantia de 50 respiradores e muito equipamentos de proteção individual – EPI para servidores do setor.

A ideia do governo é deixar 20 dos respiradores na capital e abastecer outras unidades do interior, que também enfrenta grandes dificuldades com a falta de UTI e equipamentos.

Mesmo com os esforços do governo Gladson Cameli, a aquisição destes equipamentos se transformou em um gigantesco desafio dada à procura global. Uma parceria entre Estado e Ministério Público do Trabalho resultou na compra de mais 38 respiradores. A expectativa é que os aparelhos importados da Alemanha estejam no Acre até o próximo dia 10 de junho.

Testes rápidos e EPIs chegam ao Acre nos próximos dias

Além dos respiradores, o governador solicitou ao Ministério da Saúde o envio de equipamentos de proteção individual (EPIs) e testes rápidos. A demanda foi prontamente atendida e está prevista para chegar ao estado nos próximos dias.

O reforço destes itens é fundamental para garantir a segurança sanitária dos profissionais que estão na linha de frente contra o coronavírus.

Cameli enfatizou que o governo federal tem sido um grande parceiro e argumentou ainda que diante da crise provocada pela pandemia, o momento pede a união das instituições em prol da população.

“Estamos recebendo a maioria de tudo aquilo que temos pedido do Governo Federal. Mais do que nunca, temos que estar unidos para vencer essa guerra. A União está fazendo a parte dela, que é socorrer os estados na hora que mais estamos precisando. Por isso, só tenho a agradecer por toda a ajuda que temos recebido e tenham certeza que quem ganha com tudo isso é o nosso povo que tanto precisa da atenção do poder público neste momento”, salientou.