O suspeito de abusar de uma menina de 12 anos no Ramal do Ouro, na BR-365, zona rural de Sena Madureira, interior do Acre, foi preso na manhã desta sexta-feira (22). O homem estava na fazenda da família dele, e foi preso quando voltava de uma pescaria.

Para abusar da vítima, o homem a atraiu para um matagal e teria dado um golpe conhecido por ‘mata-leão’ para forçar a adolescente.

Na hora da prisão, o suspeito confessou o crime, mas alegou que teve relação sexual com consentimento da vítima.

O delegado responsável pelas investigações, Marcos Frank, disse que o suspeito tinha retornado para a casa dele, que fica no Ramal do Ouro, dias após o crime.

“Ele é casado. É próximo de onde a menina mora. Ele fugiu, mas achava que não tinha dado em nada, esperamos um tempo também até pensar que não tinha problema e nem acusação contra ele”, complementou Frank.

A polícia cumpriu um mandado de prisão contra o suspeito, que não resistiu. Ele foi levado para a cidade e deve ser encaminhado para o presídio do município.

“Falou que foi consensual, mas ela é menor de 14 anos e é estupro de vulnerável. Não tivemos mais contato com a menina, só na parte de declaração e no atendimento médico”, frisou.

O delegado acrescentou que vai concluir o inquérito, terminar de ouvir testemunhas e moradores para encaminhar o caso para a Justiça.

“Importante no momento era a prisão dele. O crime permanecia impune, as pessoas achavam que não tinha mais nada, que ia ficar assim, mas estávamos trabalhando. Tenho dez dias para concluir após a prisão dele e depois vai para o Judiciário”, concluiu.

Por Aline Nascinento, G1 Acre