O ex-vereador de Epitaciolândia, Carlos Portela, resolveu denunciar nas redes sociais, o descaso que ele teve que enfrentar no Hospital Regional do Alto Acre, localizado em Brasileia, enquanto esperava por atendimento médico.

O ex-parlamentar afirma que apesar de apresentar os sintomas do coronavírus, seu exame (feito em Epitaciolândia) testou negativo para a doença, após o resultado, Portela foi encaminhado para o Hospital Regional, onde ao chegar no local foi atendido por um enfermeiro e aguardou por mais de três horas por atendimento médico.

Portela conta que foram 3 horas desesperadoras, haja vista que ele estava sozinho sentindo-se muito mal a ponte de se deitar nas cadeiras e no chão, só após 3 horas de espera, Portela foi atendido por um médico plantonista, onde foi encaminhado para o setor de isolamento.

Mas o descaso não parou por aí. Após ser atendido e levado para o setor de isolamento, Carlos Portela teve que aguardar por quase duas horas para receber a primeira medicação, o que é muito estranho, tendo em vista que não havia ninguém em busca de atendimento no Hospital.

Diferente de outras unidades que geralmente a demora no atendimento médico se dá devido o grande número de pessoas procurando ajuda médica e uma demanda maior, mas este não foi o caso no hospital regional em Brasileia.