O Hospital da cidade não dispõe de ventiladores mecânicos, UTI e os casos mais graves serão deslocados para Cruzeiro do Sul, que já está dando suporte para todo Juruá e parte do Amazonas

O boletim divulgado pela secretaria de saúde local apontou uma subida alarmante e a cidade que já registrou duas mortes, teve 21 novos casos de infecção somente nas últimas 24 horas e agora somam 65 ao todo.

O hospital Sansão Gomes é a unidade de referência e único no município, que mesmo sendo base da Regional Tarauacá-Envira não dispõe de condições adequadas para dar suporte aos casos graves.

O que preocupa ainda mais é que os pacientes em situação mais delicadas terão que ser transferidos para Cruzeiro do Sul, que além de estar alcançando os 300 casos ainda tem que garantir suporte para Rodrigues Alves, Mâncio Lima, Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, e os municípios amazonenses de Guajará e Ipixuna.

O governo do estado ainda não apresentou um plano emergencial para a Região do TK-Envira, que compreende as cidades de Tarauacá, Feijó e Jordão.