Assessoria – Em Cruzeiro do Sul, o número de infectados pelo novo coronavírus é de 211 casos, oficializados no boletim da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) até este domingo, 17. Atento ao provável aumento de incidências de contaminação e a necessidade de mais unidades de terapia intensiva e semi-intensiva, o governo do Estado, por meio do Gabinete da Primeira-Dama, realizou uma visita técnica, nesta segunda-feira, 18, à obra de construção do hospital de campanha da cidade.

Para a primeira-dama Ana Paula Cameli, a estrutura será de grande importância para Cruzeiro do Sul. “Estou vendo de perto essa obra e me alegra saber o quanto já avançou. É um hospital de ponta, que irá suprir a demanda de internações por coronavírus e atender bem a nossa população”.

O hospital possui dois pavimentos e terá o reaproveitamento da estrutura de um pavilhão erguido no início da construção do Hospital do Juruá, que estava abandonado. O local fica atrás do Instituto Médico Legal. A construtora responsável pela obra estima que os serviços devem ser concluídos em 30 dias.

De acordo com o engenheiro responsável, Leandro de Lima, a empresa está completando uma semana de trabalho. Nesse período, já foi concluída toda a cobertura, parte da rampa de acesso, realizadas as correções para colocação do piso, além do forro e instalações elétrica e hidráulica.  “Estamos trabalhando para entregar o hospital no prazo determinado, pronto para o atendimento à população”, afirmou.

Na parte térrea do ficarão 10 unidades de terapia intensiva e 20 unidades de terapia semi-intensiva, com vestiários para os servidores, recepção, sala de triagem e sala de emergência. Na parte superior, 60 leitos de enfermaria.