Como previa as autoridades de saúde, o pico da doença chegou de vez no Estado e a situação é de extrema preocupação, devido ao colapso no sistema de saúde nos municípios acreanos.

Mais cedo o diretor do hospital do Juruá: Dr. Marcos Lima fez um vídeo relatando a difícil situação em que se encontra o Hospital Regional do Juruá, que serve de base de apoio para os casos de internação, inclusive onde existem 10 UTI’s todas ocupadas.

O prefeito Ilderlei Cordeiro alertou a população em uma live e falou dificuldade de atender tamanha demanda de solicitação de exames. Segundo o prefeito, a demanda diária é muito grande inclusive pode faltar material de teste rápido nesta semana, por tamanha procura.

O secretário estadual de saúde Alyssom Bestene falou em coletiva na tarde desta terça-feira e reforçou o apelo para que a população possa apoiar as determinações dos gestores.

O secretário confirmou o colapso no sistema de saúde e disse que o estado corre contra o tempo para concluir os hospitais de campanha, um em Cruzeiro do Sul e outro em Rio Branco.

No Acre o Boletim desta tarde mostrou que o Acre chegou a dolorosa marca de 2.482 pessoas contaminadas com a doença no Acre e 73 mortes.