Neste 18 de maio, a equipe do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Brasiléia, se uniu para participar das atividades do Dia da Luta Antimanicomial, movimento social por uma sociedade sem manicômios. A equipe entregou para os pacientes, material pedagógico para arte terapia, com objetivo de ajudar os mesmos a realizarem suas atividades em casa, com orientação nos grupos de WhatsApp criado como apoio nesse momento de pandemia.

A sacola com kit de material foi entregue aos pacientes e é composto de diversos materiais como: caderno de desenho, lápis de cor, material para pinturas, jogos para trabalhar com coordenação motora, material de recorte e colagem, material para montagem de quadro com recicláveis, revista, copo descartável, dentre outros.

Para entregar o material nas residências, a equipe seguiu todos os cuidados preventivos como: o uso de máscaras e evitando entra nas casas dos moradores.

Os pacientes farão suas atividades e compartilharão os resultados através de fotos que serão enviadas para a equipe pedagógica.

“Este dia é uma forma de relembrar e criar novas possibilidades de atendimentos para os usuários, de forma a incluí-los na sociedade e não retirar do meio familiar e social, o CAPS é composto por uma equipe multidisciplinar, formada por médica, psicóloga, assistente social, psicopedagoga, enfermeira, e a equipe administrativa. O Caps de Brasileia, realiza atendimento a mais de 1000 famílias de nosso município, onde desde o início da gestão da prefeita Fernanda Hassem, a mesma vem dando prioridade a esses serviços e por isso, somos gratos a ela por todo apoio”, disse a coordenadora Luma Braga.