Um jovem de 18 anos foi preso, nesta quarta-feira (13), suspeito de invadir um consultório no Centro de Rio Branco e roubar dinheiro, celular, materiais odontológicos e ainda estuprar uma dentista que trabalha no local. Segundo a polícia, o crime ocorreu no dia 1º de maio.

A vítima reconheceu o criminoso pelas imagens das câmeras de segurança e também fez o reconhecimento dele pessoalmente na delegacia. Ele foi preso na casa da mãe no bairro Belo Jardim, no Segundo Distrito de Rio Branco.

Após o roubo e o estupro, o rapaz ainda queria que a vítima o levasse de carro até um ponto da cidade para que ele pudesse fugir. Mas, no caminho para o carro, ela conseguiu correr. A dentista registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Flagrantes (defla).

Um dia após o crime e usando a mesma roupa, o suspeito chegou a participar de uma live de uma igreja tocando violão. A informação foi divulgada nesta quinta (14) pelo delegado Leonardo Santa Bárbara, titular da Delegacia Especializada de Combate a Roubos e Extorsões (Decore).

“Tínhamos imagens dele, foi rastreado e, a partir daí, fizemos a representação para o juiz para expedição do mandado de busca e apreensão e assim que foi deferido, nós fomos à casa dele. Foi encontrado com ele o celular da vítima, alguns instrumentos que ele roubou e também foram apreendidas as vestimentas que ele usou no dia do crime”, afirmou o delegado.

Na delegacia, o suspeito confessou o roubo, mas negou que tenha estuprado a vítima. “Mas, isso vai ser comprovado com os exames que ela realizou. Ele foi reconhecido pela vítima, temos certeza da autoria, tanto pelos objetos roubados, a roupa e a própria confissão dele de parte do crime que cometeu”, concluiu.

Por Iryá Rodrigues, G1 Acre