Nesta foto enviada ao site 3 de Julho é possível ver (olha a farda) que o vereador Curinga usa o veículo para fazer rally no período chuvoso.

Um ex-servidor da Câmara Municipal de Rodrigues Alves, procurou a redação do site 3 de Julho Notícias para denunciar alguns dos desmandos que o presidente da Câmara, vereador Francisco Jardson Fernandes de Souza, popularmente conhecido como Curinga (MDB) vem praticando durante o seu mandato. A denúncia do ex-servidor é fundamentada com informações contidas no portal da transparência da Câmara (como mostra as imagens abaixo). 

O ex-servidor que não quis se identificar por motivo de represália, informou que Curinga alugou um quadriciclo 4×4 modelo Canaan, potência 450 CC automático e duas lanchas, uma em alumínio medindo 6×8 metros de comprimento com capacidade para 8 /14 passageiros, a outra lancha também em alumínio medindo 6/8 metros de comprimento com capacidade para 4/7 passageiros.

Ambos os transportes foram alugados conforme o processo licitatório PP SRP 003-2109. Portanto, pagos com o dinheiro público e que não contribuíram em nada para o bem da população, contribuiu apenas para divertir o chefe do executivo.

O ex-servidor afirmou que o presidente da Câmara, Curinga usou esses veículo para ir “se divertir na zona rural”, ou seja, Curinga usava o dinheiro público para se beneficiar.

Uma das diversões do presidente da Câmara, segundo o ex-funcionário foi uma pescaria, onde Curinga usou as lanchas para se divertir com os amigos nas águas dos rios locais. Além dos dias chuvosos em que curinga usa o quadriciclo para fazer rally.

Devemos ressaltar que esta é a primeira vez que um presidente de uma Câmara Municipal e um vereador usa o dinheiro público para se divertir. Durante a história do Acre nunca se ouviu falar de tamanha imprudência. O que leva um vereador a alugar um quadriciclo com dinheiro público para fazer rally? Por que não aluga com dinheiro do seu próprio salário? É mais decente!!!

Cabe o Ministério Público se manifestar, e responsabilizar os autores dessa pouca vergonha por estar agindo de forma irresponsável com o erário público, pois essa brincadeira do Curinga já custou aos cofres públicos o valor exato de R$ 29,050,00 (vinte nove mil e cinquenta reais) para a empresa A.C.M Comercio Pereira Eireli.

A redação do site 3 de Julho tentou entrar em contato com o presidente da Câmara, mas até a publicação desta matéria não obtivemos resposta, o espaço fica aberto as explicações.

No dia 23/01/2020 o presidente Curinga pagou uma nota de 5.600,00 e no dia 21/01/2020 o proprietário do veículo foi abençoado com mais duas notas com mais de 3 mil reais.

Em 2019, a empresa A.C.M Comercio Pereira Eireli foi a mais gulosa e foi abençoado com quase 20 mil reais com o aluguel de seu quadriciclo.