A manhã desta sexta-feira, 24, foi marcada pela chegada de uma equipe médica especializada do Instituto Transire e da rede Samel de hospitais, do Amazonas, que após articulação do governador Gladson Cameli doaram mais de R$ 100 mil em equipamentos médicos respiratórios específicos para serem usados em pacientes portadores de Covid-19.

Com a indisponibilidade de comprar Unidades de Terapia Intensiva (UTI) a pronta entrega e respiradores devido à busca mundial pelos equipamentos, o governador recebeu hoje uma nova tecnologia chamada Cápsula Vanessa, um sistema simples e altamente escalável para diminuir a necessidade de intubação precoce de pacientes de Covid-19. Com o nome em homenagem a uma paciente que foi tratada com o equipamento e se recuperou, a tecnologia foi concebida por médicos fisioterapeutas da rede Samel para, além de dar maior conforto aos pacientes com um tratamento não invasivo, diminuir os riscos de contaminação dos profissionais de saúde. 

Um avião vindo de Manaus chegou com as primeiras dez unidades da Cápsula de um total de 200 que serão enviadas ao Acre, enquanto outro avião trouxe a equipe médica que irá treinar os profissionais acreanos no uso do equipamento tanto para os pacientes internados no Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into) quanto no Pronto-Socorro de Rio Branco.

“Eles vieram não só mostrar o equipamento, mas treinar nossos profissionais. Eles vieram, fizeram uma doação e mostraram o funcionamento dessas cápsulas. Eu, como governador, estou buscando todas as soluções possíveis para nossa população, caso seja necessário utilizar, mas torcendo para que não seja”, conta o governador Gladson Cameli.

Cuidar da população

A Cápsula Vanessa funciona como um envoltório para ventilação não invasiva e é produzida em uma armação leve e resistente formada por canos de PVC, podendo ser manuseada e higienizada facilmente. Ela é revestida por uma película de vinil transparente para uma melhor visualização do paciente e para auxiliar na contenção do contágio.

O presidente do grupo Samel, Luiz Alberto Nicolau, destacou que o sistema tem sido utilizado no Amazonas, Pará e Roraima com resultados bastante animadores no tratamento de pacientes com Covid-19. O grupo já realizou doações em valores que ultrapassam os R$ 3 milhões. Segundo o presidente, se utilizada logo no momento da internação, a cápsula pode evitar a evolução do quadro para intubação endotraqueal e reduzir o tempo de internação, em média, de 21 para 4,9 dias.

“Primeiramente, eu gostaria de elogiar a coragem do governador Gladson. Nós ficamos em tratativas pessoais ontem até mais de meia noite. Poucos querem fazer isso, muitos querem marcar reunião para semana que vem, outro momento e não. Nós trouxemos aqui nossa melhor equipe. Por isso eu parabenizo o Gladson pela coragem de acreditar num projeto que tem sucesso”, disse Nicolau durante a entrega dos equipamentos.

O governador ainda agradeceu toda a equipe da Samel e Transire por tirarem um momento dentro dessa longa crise médica para saírem de seu estado, que enfrenta uma onda da pandemia ainda maior, e abraçarem o Acre. Ele também reforçou que o estado tem tido um número crescente de casos preocupantes e que é mais do que nunca o momento de reforçar o isolamento e distanciamento social.

“Estamos tendo aumento de casos, a situação é crítica e não adianta depois ninguém vir culpar A, B ou C, ou vir chorar o leite derramado, porque nossa parte eu tenho a consciência de que estou fazendo, como governador. Eu tenho pedido, insistido, para que as pessoas se mantenham focadas em combater o aumento de casos no Acre. Foi feito todo o cuidado de passar para a sociedade as informações do que deve ser feito, mas alguns fizeram as opções de politizar, outros de assumirem outras convicções. Eu tenho a minha, de como governador proteger as pessoas, proteger as famílias e vou fazer isso até o último momento”, destaca Gladson Cameli.