O número de contaminados vem evoluindo significativamente, e nesta sexta-feira, 17, bateu o recorde de casos positivos, desse modo, subindo para 135 o número oficial de pessoas infectadas.

Na quinta-feira, 16, eram 115 casos. As informações são do Centro de Infectologia Charles Mérieux ao Departamento de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre).

Em Plácido de Castro, um funcionário público de 56 anos é a 14ª vítima. Os outros 19 são de Rio Branco, sendo que 6 destes são servidores públicos, todos homens, com as idades de 21, 31, 33, 37, 38 e 53 anos.

Há ainda uma profissional de saúde de 48 anos, um atendente de rotisseria de 31 anos, um vigilante de 37 anos, uma engenheira de 39 anos, um atendente de 40 anos e um supervisor de vendas de 46 anos.

A lista continua com uma dona de casa de 22 anos, um nutricionista de 26 anos, um vendedor de 33 anos, uma operadora de caixa de supermercado de 20 anos, uma técnica de laboratório de 50 anos e dois aposentados, um de 68 e outro de 85 anos.

No Acre, até o momento, foram notificados 1.319 casos, dos quais 976 foram descartados, enquanto que 208 seguem em análise. O número de mortes pela doença é de 5 casos, aguardando resultado de exame de um óbito de moradora de Plácido de Castro. O número de pessoas curadas é de 55.