Daryl Hannah em ‘Splash – Uma Sereia em Minha Vida’ (Foto: Reprodução)

O clássico da Disney, ‘Splash – Uma Sereia em Minha Vida’, chegou ao serviço de streaming Disney Plus em fevereiro, e estão sendo feitas algumas críticas sobre como o filme dirigido por Ron Howard foi atualizado para o público. O longa originalmente lançado em 1984 é estrelado por Tom Hanks como um jovem que se apaixona por uma sereia chamada Madison, interpretada por Daryl Hannah, depois que ela o salva de um quase afogamento.

Para quem viu a versão original, em uma cena, Madison caminha o mar mostrando bumbum depois de dar um beijo no personagem de Tom Hanks. Outra cena, em que a personagem visita a Estátua da Liberdade, foi “editada” com um borrão. A versão modificada do filme para o Disney Plus tentou colocar o longa nos padrões mais rigorosos do estúdio de classificação indicativa para família, mas os fãs não gostaram nadinha dos efeitos usados ​​para cobrir a nudez da personagem e alguns disseram que “parecem ter o mesmo nível de qualidade da tecnologia digital usada em ‘Cats'”.

Segundo a Variety, o filme começa com um aviso dizendo: “Este filme foi modificado da sua versão original”. “A Disney + não queria bundas em sua plataforma, então editou Splash com a tecnologia digital de Cats”, twittou Allison Pregler. Não é difícil ver como a edição foi feita – o cabelo comprido de Madison foi digitalmente alongado até o nível da coxa.

Splash – Uma Sereia em Minha Vida (1984) (Foto: Reprodução)

Por revistamonet