As cidades de Marechal Thaumaturgo e Porto Walter, que ficam no interior do Acre com acesso apenas por barco ou avião, receberam um reforço para as ações de combate ao novo coronavírus. Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e medicamentos foram entregues, no sábado (11), com ajuda de um avião de pequeno porte.

Equipes do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) entregaram 17 caixas de medicamentos e os equipamentos.

Mesmo sem casos confirmados, o município de Porto Walter já decretou calamidade pública devido à pandemia. No último dia 28, a prefeitura da cidade baixou um decreto que proíbe a entrada de pessoas de outras cidades, estados ou países no município.

No caso de moradores de Porto Walter, que estejam retornando à cidade, vão ter que passar por uma triagem e monitoramento da equipe e saúde. Em seguida, devem ficar em quarentena sem sair de casa.

“É uma determinação do governador e do secretário de Segurança que nesse momento difícil que passa a sociedade acreana não medirmos esforços para dar apoio à área a saúde. Então, Ciopaer vem dando esse apoio na área de transporte tanto de pessoal como de equipamentos para as áreas que precisam”, explicou o coordenador do Ciopaer, Nayck Trindade.