A mãe de um detendo foi presa, na manhã deste sábado (11), quando tentava entrar com um celular para o filho escondido dentro de uma barra de sabão. O flagrante ocorreu na Unidade Penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, interior do Acre.

As visitas nas unidades prisionais estão suspensas no estado devido à pandemia do novo coronavírus, mas, os presos continuam recebendo os materiais encaminhados pela família.

O Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC), informou que a prisão da mulher ocorreu quando os policiais penais realizavam a revista do material e cortaram a barra de sabão e encontraram o aparelho.

O diretor do presídio, Denis Araújo, disse que quando esse tipo de coisa acontece o preso perde os benefícios, como banho de sol. O detento foi encaminhado para o corretivo, isolamento, por um período de 10 dias.

“Celular é considerado falta grave, então, é encaminhado para a delegacia e também abrimos um processo administrativo e ele vai passar por uma sindicância e o comportamento dele é alterado pela execução penal”, explicou.

A visitante teve a carteira de visitas recolhida e pode ficar de três a cinco anos sem fazer visitas dependendo do resultado da sindicância, informou Araújo. Por Alcinete Gadelha, G1 Acre