Em agenda em Cruzeiro do Sul, o governador Gladson Cameli e o secretário de Saúde Alysson Bestene se reuniram, nesta segunda-feira, 30, com Ilderlei Cordeiro e outros prefeitos do Vale do Juruá. A ideia é traçar medidas para combater o avanço do coronavírus, o COVID-19, na região. O encontro aconteceu no ginásio poliesportivo Jader Saraiva.

Na ocasião, o prefeito Ilderlei Cordeiro destacou que foi um dos primeiros municípios a decretar a quarentena para evitar a chegada da doença na cidade. Outra medida que já foi colocada em prática é a distribuição de cestas básicas para as famílias carentes.

Porém, apesar dos esforços, Cordeiro afirma que precisa do apoio financeiro do Estado, sobretudo na área da Saúde. “Temos 700 profissionais e precisamos equipar esse pessoal. Precisamos de mais apoio por que uma coisa é nós nos prepararmos para comprar equipamentos enquanto está barato. Fiz um pedido para seis meses de material, um recurso de mais de R$ 1 milhão. Precisamos dessa parceria para cuidar da nossa população”.

O prefeito destacou ainda que o município ampliou o horário de atendimento de três unidades básicas de saúde. “Só não conseguimos em todas por que estamos sem oito médicos”.

E acrescentou: “Temos que pensar na saúde alimentar, por isso estamos dando assistência alimentar para as famílias que estão em casa. Começamos na sexta-feira e vamos continuar. Só na rede pública temos cerca de 12 mil alunos e a maioria não tem condições de fazer todas as refeições em casa”.

Gladson Cameli, por sua vez, reconheceu as dificuldades da região e reafirmou o compromisso de continuar buscando soluções para combater o vírus.

“Vejo aqui no meu celular os repasses, os recursos que chegam e são distribuídos e vejo que é pouco. Diante da situação nós estamos fazendo o que podemos, funcionários, profissionais de saúde colaboradores, autoridades, estamos todos trabalhando nos limites e o que eu quero pedir neste momento é que continuem fazendo o que for necessário, que o que estiver ao nosso alcance nós traremos soluções”.

No Acre, 34 casos de coronavírus foram confirmados até a tarde de domingo, 29. Do total, 31 são em Rio Branco, 1 em Porto Acre e outros 2 em Acrelândia.