O Governo do Acre, por meio do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) e Corpo de Bombeiros deu início na madrugada deste sábado, 28, à desinfecção dos espaços de grande circulação de pessoas em Rio Branco. O objetivo é manter os locais livres do coronavírus, causador da Covid-19.

O trabalho começou à meia noite com a aplicação de solução líquida de hipoclorito nas áreas externas do Terminal Urbano, Casa Civil, passando pelo Palácio Rio Branco, Assembleia Legislativa, Terminal Rodoviário, Hospital de Clínicas (HC), Hospital de Urgência e Emergência (HUERB), até chegar à Praça da Revolução, no Centro da cidade.

Coordenada pelo Departamento Estadual de Água e Saneamento, a ação contou com a supervisão de um engenheiro químico, uma bióloga e uma técnica em química, que atestaram a eficiência e segurança da aplicação da solução à base de cloro, altamente eficaz no combate aos germes e vírus, inclusive do novo coronavírus.

A operação utilizou 2 carros-pipa, um caminhão do Corpo de Bombeiros com capacidade para 10 mil litros,  e mobilizou cerca de 40 pessoas entre bombeiros, gestores e  técnicos das áreas administrativa e operacional do Depasa.

A ação deve se repetir todas as noites até que seja eliminado o risco de contaminação pelo coronavírus. “É uma mega operação em que o Depasa  junto às forças de Saúde e Segurança, possa ser mais um aliado no combate ao avanço da Covid-19 no estado”, destacou o diretor-presidente do Depasa, engenheiro Tião Fonseca.

O comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Acre, coronel Carlos Batista, destacou a importância da ação para o combate avanço da Covid-19 no estado. ” O  momento é de conscientização das ações de prevenção. A desinfecção desses espaços de grande concentração de pessoas é mais uma ação do governo Gladson Cameli envolvendo Depasa e o Corpo de Bombeiros. Juntos somos mais fortes e dessa forma, vamos, sim, reduzir a propagação do coronavírus em grande em escala”,  destacou Coronel Batista. 

Na próxima segunda-feira, o foco da ação serão os reservatórios apoiados que integram o sistema de distribuição de água da capital. “Estaremos aumentando a dosagem de cloro para garantir que água tratada chegue à ponta de rede com a condição de combater o vírus”, explicou Tião Fonseca.

Anvisa

A desinfecção de espaços públicos atende Nota Técnica da Agência Nacional de Vigilância em Saúde (Anvisa) de recomendações e alerta sobre procedimentos de desinfecção em locais públicos realizados durante a pandemia da Covid-19. As medidas visam principalmente a prevenção dos riscos à saúde humana, especialmente no que se refere aos trabalhos envolvidos nos procedimentos de combate à pandemia e da população em geral, provavelmente exposta.

O novo coronavírus pode permanecer por horas e até dias em determinadas superfícies, dependendo do tipo de material. Portanto, a limpeza de objetos e superfícies, seguida de desinfecção com solução de hipoclorito a 1%, são medidas recomendadas para a prevenção da Covid-19 e de outras doenças respiratórias virais em ambientes comunitários.

Desde o último dia 17 deste mês, quando foram registrado os três primeiros casos de Covid-19 no Acre, o estado contabiliza 25 pessoas infectadas. Os dois novos casos confirmados são de uma aposentada de 77 anos e um assessor parlamentar de 33 anos.