Atenta às recomendações de médicos e especialistas e, em consenso com dirigentes de instituições de ensino público e privado, a Prefeitura de Rio Branco divulgou, nesta sexta-feira, 27, novo decreto em que mantém a suspensão das aulas presenciais até o dia 10 de abril, nas redes de ensino desde a creche ao ensino superior. A decisão foi tomada depois de teleconferência da prefeita Socorro Neri da qual participaram também membros do Comitê de Enfrentamento e Monitoramento de Emergência para Infecção Humana, com a participação do médico infectologista Thor Dantas.

A prefeitura ao considerar que permanecem os requisitos de perigo de contágio e expansão da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, atua em consonância com a recomendação que vem sendo adotada em todo o país e por cidades em todo o mundo. Locais que reduziram medidas restritivas tiveram explosão de casos, como na Itália. Assim, por consenso dos especialistas reunidos na videoconferência, ficou decidido que a melhor conduta a ser adotada é a continuidade da suspensão das aulas.

Além da prefeita Socorro Neri participaram da reunião os representantes de instituições de ensino público e privado:

Secretário Municipal de Educação (Seme), Moisés Diniz; a reitora da Universidade Federal do Acre (Ufac), Guida Aquino; a pró-reitora de Ensino do Instituto Federal do Acre (Ifac), Lucilene Belmiro de Melo; a diretora de ensino da Secretaria de Estado de Educação, Denise; Indira Kitamura, Vanessa Vogliotti Igami e Ricardo Leite, representantes da Uninorte; reitor da Unimeta, Dawerson Ramos; Tony de Luca e Evaristo de Lucas, representantes do Colégio Meta e a vice-presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Acre (Sinep), Elandia Dantas.

CLIQUE AQUI PARA VER A ÍNTEGRA DO DECRETO