Ex-prefeito de Acrelândia e mais três são condenados por desviar verbas públicas — Foto: Nesio Carvalho

O ex-prefeito de Acrelândia, Jonas Dales da Costa, o ex-vice prefeito, José Donisete de Melo, e o ex-secretário de Obras, José Augusto da Silva, foram condenados por desvio de verbas públicas.

Um comerciante da cidade também está incluído na sentença. A decisão é do Juízo da Vara Única da Comarca de Acrelândia e ainda cabe recurso.

A Justiça destaca que os acusados desviaram dinheiro público para contratar serviços sem licitação. Os três ex-gestores precisam devolver R$ 25 mil aos cofres públicos.

Em 2015, na época prefeito, Jonas Dales chegou a ser afastado das funções por duas vezes e proibido de se aproximar do prédio da prefeitura. Ele ficou afastado por 120 dias para não dificultar uma investigação por improbidade administrativa interposta pelo Ministério Público do Acre (MP-AC).

Ao G1, Jonas Dales da Costa disse que não foi notificado do resultado, mas que vai recorrer da sentença. Segundo ele, o processo é referente a uma licitação feita para contratação de serviços de iluminação pública.

“Foi feita uma compra em uma determinada empresa, não lembro o nome, mas na licitação era outra empresa. A empresa que forneceu o material pegou o cheque no nome da empresa que tinha ganhado a licitação. O cara usou de má-fé”, defendeu.

Já o ex-vice prefeito José Donisete, não comentou o processo, apenas disse que já entrou com recurso.

A reportagem não conseguiu contato com o ex-secretário de Obras, José Augusto, e o empresário citado no processo. Por Aline Nascimento, G1 Acre