O deputado estadual Fagner Calegário, anunciou ontem (23) em sua live semanal Fala Comigo, que vai ao ar toda segunda-feira às 19h30, que irá doar dois meses de seu próprio salário para ajudar com que pessoas necessitadas possam ficar em seu isolamento tendo o que comer em casa, em meio a crise do coronavírus.

Calegário anunciou que tomará essa medida por não saber quando o governo irá liberar a verba das emendas parlamentares, que poderiam ser aplicadas no combate ao Covid-19. Caso a verba seja liberada, o deputado usará o recurso para ajudar, também, diretamente os alunos da Ufac que estão elaborando materiais e Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os profissionais da saúde.

Sobre a destinação do recurso das emendas, o deputado disse: “As emendas parlamentares são destinadas para que o deputado possa direcionar para as ações que ele ache conveniente e pertinente, eu acho conveniente a gente direcionar esses recursos para as ações que envolvem o coronavírus, mas eu não acho interessante eu abrir mão desse recurso que vem para as instituições que eu possa direcionar, para que elas possam aplicar nesse combate e deixar na mão do governo.”

Calegário explica que uma vez destinada ao governo, para aplicar a verba teriam que ser feitas licitações, algo que demandaria tempo em relação à urgência necessária para combater a pandemia declarada pela Organização Mundial de Saúde no último dia 11 de março que já tem até o momento 17 casos confirmados no Estado, incluindo o também deputado estadual, Daniel Zen (PT).

Em meio a incerteza da liberação da verba, para não ficar inerte a situação, decidiu então “cortar da própria carne” como disse na live, doando todo o seu salário pelos próximos 60 dias para compra e distribuição de cestas básicas para as famílias desempregadas.