A Comissão de Acessibilidade do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) promoveu, nessa quinta-feira, 12, uma palestra sobre violência doméstica destinada às mulheres com deficiência. A atividade, que faz parte da 16ª Semana Justiça pela Paz em Casa, ocorreu no Palácio da Justiça.

Na ocasião, as participantes puderam refletir sobre autoestima e compartilhar experiências destrutivas ocasionadas por conta das limitações de mobilidade. A atividade foi conduzida pela coordenadora das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJAC, desembargadora Eva Evangelista, que ressaltou sobre direitos das mulheres e a importância do respeito entre casal.

“Não devemos nos calar diante a desigualdade”, disse a desembargadora destacando os tipos de violência doméstica.

O evento teve a participação da presidente da Câmara de Vereadores em exercício, Lene Petecão, que enfatizou a necessidade de as mulheres com deficiência serem ouvidas, e contou ainda com ação da Gerência da Qualidade de Vida (GEVID-TJAC), que firmou parceria com empresas para embelezarem as participantes.

A campanha 16ª Semana Justiça pela Paz em Casa ocorreu entre os dias 9 e 13 de março e concentrou os esforços no andamento dos processos relacionados à violência de gênero.

Em todo o estado foi realizado um mutirão de audiências, que foi fortalecido nas Varas de Proteção à Mulher de Rio Branco e Cruzeiro do Sul com juízes designados para reforçar os julgamentos. Além da celeridade nos julgamentos de processos, a campanha Justiça pela Paz em Casa possui ações educativas nas escolas e outras instituições públicas e privadas.