A deputada estadual Maria Antônia (PROS) solicitou do governo do estado que tome providências quantos as aeronaves do estado para que possam auxiliar no resgate de pessoas em área de difícil acesso.

Na tribuna, Maria Antônia deu exemplo do caso da adolescente de 17 anos, grávida de dois meses, que foi socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros do Acre após passar mal, onde o resgate durou mais de três horas para ser concluído devido a gestante residir em uma área de difícil acesso.

A parlamentar destacou que assim como esta adolescente grávida que precisou de socorro, outras pessoas que também residem em lugares longínquos e com muita dificuldade de acesso via terrestre.

“Levando em consideração que o governo do estado dispõe de aeronaves. Por que não disponibilizar para a população? Vimos que uma aeronave no caso desta adolescente agilizaria muito essa situação sem contar em uma comodidade maior para quem está enfrentando problemas de saúde”, explanou a deputada.

Maria citou ainda que devido o veículo dos bombeiros não ter conseguido entrar até o local onde a jovem estava, a equipe teve que carregar a grávida em uma rede por um caminho que não tinha a menor condição de passagem e que as aeronaves deveriam atuar nesses casos em prol da população.

“Então que o governador Gladson possa estar tomando providências imediatas para que as aeronaves do estado possam voltar a operar em favor do nosso povo”, concluiu a parlamentar.