Consultas médicas, odontológicas, vacinação, entregas de medicamentos, testes rápidos, exames e campanhas educativas são alguns dos serviços disponibilizados no mutirão. A prefeita Socorro Neri acompanhou os trabalhos nesta quarta-feira, 19, e conversou com os moradores.

“Nós temos tido dificuldades em manter profissionais da saúde aqui na Cidade do Povo e em outras regiões da cidade, temos feito esses mutirões para dar conta da demanda reprimida. Estamos oferecendo vários tipos de serviços, mas focados principalmente nos atendimentos médicos e odontológicos”, disse.

De acordo com o secretário de Saúde, Oteniel Almeida, a expectativa é que sejam atendidas cerca de 800 pessoas nos quatro dias de atendimento intensificado. “Isso significa que vamos ter cerca de dois mil procedimentos atendidos. Nós também estamos estudando de que forma podemos fazer mais vezes ao ano esse mutirão e nos esforçando para garantir que os profissionais da saúde fiquem por aqui. A saída dos profissionais do Mais Médicos ocasionou esse problema, mas a intenção é que a gente possa ir cobrindo essa demanda com os atendimentos itinerantes”.

Quando soube que o programa estaria no bairro, a cozinheira Ana Lídia Gomes aproveitou para trazer os exames ginecológicos, que fez recentemente, para serem analisados por um médico e também trouxe os três filhos de 12, 6 e 3 anos para fazerem um check-up completo, segundo ela. “Esse tipo de atendimento é maravilhoso porque com a falta de profissionais da saúde a gente tem que sair de casa muito cedo para conseguir pegar uma ficha e ser atendido. Eu tô saindo daqui já consultada e meus três filhos também. Ah, eu também soube que ia ter vacinação pros animais e trouxe meus nove cachorros pra serem imunizados contra a raiva”, comemorou.

Já o aposentado Antônio Dias disse que tem pressão alta e veio em busca de medicação. “Eu acho é que devia ter mais vezes no ano esse programa aqui na Cidade do Povo. Já consultei e já peguei os remédios que preciso”.

A presidente do setor 3 da Cidade do Povo, Jorgenete Mesquita, disse que a ação melhora e diminui significativamente as filas de quem necessita de atendimento. “Esse é o tipo de programa que tem nosso total apoio e respeito. É a chance que muitas pessoas tem para conseguirem consultas médicas e encaminhamentos para serem examinados por especialistas”, finalizou.