A deputada Perpétua Almeida (PcdoB-AC), acompanhada do governador Gladson Cameli e da bancada federal acreana, reuniu-se com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, nesta quinta-feira (6) para tratar do problema de segurança pública que o Acre enfrenta.

Perpétua relembrou o encontro que teve com Mourão no ano passado, quando entregou ao vice-presidente a “Carta do Acre”, com pedido de atenção à segurança nas fronteiras, à chegada de facções, à entrada de armas e drogas e ao aumento dos casos de feminicídio no estado.

“Viemos mais uma vez fazer um apelo: que o Governo Federal ocupe nossas fronteiras. Essa violência nas nossas cidades tira o sossego e a paz das famílias acreanas. É inaceitável que a gente feche o primeiro mês do ano com mais de 45 mortes violências, muitas motivadas por armas e drogas. É preciso que o Governo Federal assuma as fronteiras e, o Estadual, o policiamento dentro dos bairros”, afirmou a deputada.

Ainda em 2019, Perpétua garantiu a aprovação de uma emenda para o monitoramento das fronteiras no Acre. A Extensão do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), programa estratégico do Exército, já em operação no Mato Grosso do Sul, entre as cidades de Mundo Novo e Caracol, poderá chegar à fronteira acreana.

“Precisamos de apoio. Nossas fronteiras não podem mais ficar desprotegidas. As crianças, mulheres e todas as famílias sofrem diariamente com o aumento da criminalidade. Precisamos dar um fim nessa sensação de insegurança”, concluiu Perpétua.