Cúpula da Segurança Pública do Acre esteve na Rodovia Transacreana para falar com moradores — Foto: Elenilson Oliveira

Após uma onda de violência na Rodovia Transacreana, zona rural de Rio Branco, representantes da Segurança Pública do Acre, entre eles o vice-governador, major Wherles Rocha, estiveram na região para anunciar que devem montar uma base integrada da polícia no local.

O encontro ocorreu na Comunidade Vila Verde, que fica no km 58 da rodovia mesmo local onde uma pessoa foi morta a tiros no último dia 18. Além dessa morte, a rodovia foi cenário de uma chacina no mesmo dia, que deixou seis pessoas mortas.

Na terça-feira (28), um homem de 31 anos foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) após levar um tiro de escopeta no abdômen na Rodovia Transacreana.

Duas equipes do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) esteve na região, mas ninguém foi preso pelo crime.

Base

A base da polícia deve funcionar em um antigo prédio da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócios do Acre (Sepa). Após reforma e reajustes, a expectativa é de que o posto passe a funcionar daqui a 60 dias.

“É necessário uma intervenção de obras lá. Vamos aproveitar a estrutura para implantar a base integrada, que deve atender a comunidade principalmente em decorrência dos últimos registros na região. No passado já existiu um posto de policiamento da PM”, acrescentou o secretário de Segurança Pública do Acre, coronel Paulo César.

Outro ponto importante para implantação da base, segundo César, é o término do curso de formação de soldados e da convocação dos aprovados no concurso da PM-AC.

“O objetivo é manter o atendimento policial e registro de ocorrências na própria região. De qualquer forma, teremos um efetivo da Polícia Militar destinado a realização o patrulhamento ostensivo na Transacreana e nos ramais”, frisou.

O presidente da Associação de Moradores da Vila Verde, Dariveldo Lacerda, disse que a presença da polícia na rodovia é um desejo antigo dos moradores.

“Vínhamos batalhando há muitos anos para ser instalada a polícia rural na Transacreana. Agradecemos a atenção do vice-governador, do secretário de Segurança porque estamos aqui com medo do que virá acontecer se não tiver segurança pública”, ressaltou.

Redução da violência

Com a implantação da unidade policial, o vice-governador do Acre, major Wherles Rocha, diz acreditar que o índice de violência deve reduzir na capital acreana. Rocha afirmou que suspeitas de que foragidos da Justiça se escondem na região.

“Depois de um primeiro contato com a Segurança, houve o comprometimento dessa visita para ver a possibilidade de voltar o policiamento na região. É um local crítico, o índice de violência ainda é elevado e que, com certeza, com a implantação desse centro vamos ter um redução significativo nas ocorrências”, disse. Por Aline Nascimento, G1 Acre

Após chacina em bar, Segurança Pública vai montar base integrada da polícia na Rodovia Transacreana — Foto: Tálita Sabrina