As guerras entre facções não cessam e mais quatro pessoas de uma mesma família foram vítimas da violência que vêm tomando conta da capital. Duas mulheres, Ághata Fiama Teles, 26 anos e Águida Williane Teles, de 23 anos, e dois homens identificados como Weliton Vitor Mendes, 26 anos, vulgo macaxeira e Gerson Costa Ribeiro, 21 anos, foram feridos a tiros na tarde deste domingo (26) dentro de uma residência localizada na rua João Amâncio, no bairro João Paulo II, na região da Baixada da Sobral em Rio Branco.

De acordo com informações de testemunhas que presenciaram o ataque, dois homens não identificados, membros de uma organização criminosa chegaram na frente da residência em uma motocicleta, desceram e invadiram a casa no momento em que a família estava almoçando e em posse de armas de fogo efetuaram 12 tiros. Aghata foi ferida um tiro no peito e na perna; Ágda com dois projeteis, um na cabeça e outro na virilha. Já Weliton foi atingido com três tiros, no peito, outro na perna e braço. Gerson foi baleado com um projétil no peito. Na ação dos criminosos as crianças que estavam na sala saíram ilesas.

Três ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de urgência (Samu) foram acionadas e conduziram, Ághata, Águida e Weliton ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo. Já Gerson foi conduzido por populares a Unidade de Pronto Atendimento (Upa) e em seguida foi pelo SAMU ao Pronto Socorro em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local, colheram informações e em seguida fizeram rondas na região busca de prender os dois membros da facção, mas ninguém foi encontrado.

Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações. Por ac24horas