Homem foi preso pela Polícia Civil de Acrelândia — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Acre

Um boliviano, de aparentemente 26 anos, foi preso preventivamente por suspeita de violência doméstica em Acrelândia. O homem foi denunciado por uma adolescente, de 16 anos, que está grávida dele. 

O caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil da cidade no início do ano. Com a denúncia, a Justiça proibiu o suspeito de se aproximar da mulher e da família dela. Porém, a vítima procurou a delegacia da cidade novamente alegando que era perseguida e ameaçada pelo suspeito.

“Após a medida, ele não podia se aproximar dela e nem da família, mas por algumas vezes foi na casa dela e, em uma das situações, a mãe dela desconfiou que ele estivesse armado”, contou o delegado responsável pelo caso, Samuel Mendes.

Ainda segundo o delegado, o casal ficou junto por mais de um ano. A vítima revelou que sempre foi agredida pelo suspeito. Já na gravidez, a adolescente disse que o homem ameaçou chutar a barriga dela.

“Na festa de final de ano teve um caso de agressão, entre eles, e foi quando procurou ajuda e já pedi a medida [de proteção]. Contou que durante todo relacionamento sofreu agressão. Moraram um tempo na Bolívia e depois em Acrelândia. É bem agressivo”, concluiu. Do G1 Acre