Operação Sinapse foi deflagrada pela Polícia Civil do Acre nesta quarta-feira (22) — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Acre

A Polícia Civil do Acre cumpriu 125 mandados de prisão e de busca e apreensão em cinco cidades acreanas, nesta quarta-feira (22), durante a Operação Sinapse. Ao todo, 38 pessoas foram presas.

A ação ocorreu nas cidades de Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Porto Acre e Bujari. Segundo a polícia, o objetivo é desarticular organizações criminosas de origem do Rio de Janeiro (RJ), que vêm agindo em todo o estado.

Dos presos na operação, 17 já estavam no presídio, 20 estavam soltos na capital acrana, Rio Branco, e um foi preso em Sena Madureira, no interior do estado. Além disso, foi apreendido um revólver e 22 cartuchos de munições.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Henrique Maciel Ferreira, informou que participaram da ação mais de 100 policiais. Segundo ele, entre os presos existem, inclusive, alguns chefes de facções criminosas.

“Essa operação já vem sendo trabalhada há seis meses. Ela é pontual, são pessoas ligadas a organizações criminosas. Esse foi um trabalho duro, que envolveu monitoramento e investigação velada. Nunca estivemos inertes ao que está acontecendo em nosso estado. A polícia civil vai continuar trabalhando em busca da paz no nosso estado”, afirmou Ferreira. Do G1 Acre