Acusado de atirar em empresário durante assalto no interior do Acre pega mais de 16 anos de prisão — Foto: Mazinho Rogério

Andres Souza de Oliveira foi condenado a mais de 16 anos de prisão em regime fechado por ter atirado em um empresário de Cruzeiro do Sul, durante um assalto em março do ano passado.

José Nildo Ribeiro é dono de uma papelaria no Centro da cidade e entrou em luta corporal com Oliveira ao ser abordado por ele dentro do estabelecimento. Os funcionários testemunharam toda a ação.

O acusado foi preso em casa, dois dias depois do crime, por agentes da Polícia Civil que estavam em investigação. No dia do assalto, o suspeito estava na companhia de um adolescente de 16 anos, quando invadiram a loja.

Na época, o empresário foi levado ao pronto-socorro em estado grave. O disparo atingiu o pulmão, baço, o fígado e um rim. Durante uma cirurgia de emergência, os médicos retiram o baço e o rim afetados. Ribeiro passou mais de duas semanas na UTI em coma induzido. Ele recebeu alta no começo de abril, quase um mês depois do ocorrido. Ao todo, foram 23 dias internado.

Na decisão, a juíza Adamarcia Machado Nascimento, da 1ª Vara Criminal de Cruzeiro do Sul, condenou o acusado, que já está preso no presídio Manoel Neri da Silva, a 16 anos e 3 meses de prisão

“Deixo de substituir a pena privativa de liberdade aplicada por ter sido o crime cometido com violência e grave ameaça à pessoa e a pena ser superior a quatro anos. Deixo de conceder a suspensão condicional do processo, pois não estão presentes os requisitos”, destaca na decisão. Do G1 Acre