Servidor público está preso na Delegacia de Xapuri desde à noite de domingo (12) — Foto: Reprodução/Google Street View

O gerente do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento do Acre (Depasa) da cidade de Xapuri, está preso por violência doméstica. O servidor é suspeito de agredir a mulher dele, na noite de domingo (12), quando ela saía de uma igreja.

O servidor foi preso por um policial militar que também estava na igreja e presenciou as agressões. A polícia teria dado voz de prisão para o gerente e solicitado reforço policial no local.

Em nota, o Depasa informou que a não vai comentar sobre “os acontecimentos da vida particular dos servidores”. A identificação e o cargo do suspeito foram confirmados pelo governo do Acre.

O delegado responsável pelo caso, Alex Danny, confirmou que o homem está preso na delegacia da cidade desde à noite de domingo. Ainda segundo ele, foi arbitrada fiança no valor de R$ 2 mil, mas o servidor não pagou.

“Estamos aguardando a decisão judicial. Acredito que não teve audiência de custódia. A comunicação do flagrante foi feita há pouco e ainda vai ser decidido se tem ou não audiência”, confirmou.

Ainda segundo a polícia, a vítima esteve na delegacia, nesta segunda-feira (13), para prestar depoimento e registrar um boletim de ocorrência. A motivação das agressões não divulgada.

“O casal está junto, são casados. Ela foi agredida quando saía de um culto”, resumiu. A reportagem não conseguiu contato com a vítima. Por Aline Nascimento, G1 Acre