Adel Abdul-Mahdi. A violência no país chegou a um novo patamar neste final de semana. (Foto: IraqiPMO / Reuters)

Sputnik Brasil – De acordo com a Al-Arabiya, o primeiro-ministro Adil Abdul-Mahdi pedirá ao parlamento que aprove uma resolução ordenando a saída dos militares norte-americanos do país, onde mantêm forte presença desde a invasão aprovada pelo então presidente George W. Bush, em 2003. 

A notícia foi veiculada pouco depois da abertura de uma sessão extraordinária no legislativo, com a presença do premiê.

Mais cedo, a coalizão internacional liderada pelos EUA na luta contra o terrorismo no Oriente Médio anunciou a suspensão do treinamento e do apoio às forças iraquianas, em meio a repetidos ataques contra instalações norte-americanas no Iraque.

A violência no país chegou a um novo patamar neste final de semana, na sequência de um ataque aéreo dos Estados Unidos contra um comboio de autoridades em Bagdá que levou à morte de 11 pessoas, incluindo o importante general Qassem Soleimani, comandante da força de elite Quds, do Corpo da Guarda Revolucionária do Irã.